Home Page - ER-BR Grupos GeradoresMapa do SitePolítica de Privacidade
ER-BR Energias Renováveis
Você está em: Página Inicial  >  Biogás Técnologia
Imagem sobre empresa
divisa de página

Fale Conosco

Rua José da Silva, 136
Parque Industrial Kiugo Takata
CEP: 86042-280
Londrina - Paraná - Brasil
Fone: 43 3377-0100
CNPJ: 10.513.886/0001-20

Mais sobre os geradores:

Mais sobre a ER-BR
Conheça as Vantagens
Aplicações
Adicione aos favoritos
BIOGÁS

A produção de biogás em maior ou menor quantidade depende diretamente do tipo de biomassa a ser utilizada e de outros fatores associados, tais como: manejo da biomassa, processo/equipamento para biodigestão influenciado por: temperatura, nível de ph, relação Carbono/Nitrogênio, presença ou não de oxigênio, nível de umidade, quantidade de bactérias por volume de biomassa, entre outros.

Pode-se, resumidamente, dizer que a biodigestão anaeróbia de resíduos orgânicos é um processo bioquímico de utilização bacteriana para racionar compostos complexos e produzir um gás combustível, denominado BIOGÁS, composto em maior proporção de metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2).

O gás metano (CH4) é 21 vezes mais poluente que o CO2, portanto é de fundamental importância a utilização de processos que reduzam significativamente os efeitos nocivos deste gás na camada de ozônio.

Matrizes de Produção de biomassa - principais:

Biomassa (biorecursos) – decomposição por bactérias metanogênicas:

Características - valores projetados podendo sofrer alterações:

Comparação da composição do Biogás
Elementos
Biogás de aterro
Biogás de Digestão
Poder Calorífero (Kcal/nm3)
até 5000 até 7000
Metano - CH4
35% a 65% 53% a 70%
Dióxido de Carbono - CO2
15% a 50% 30% a 47%
H2S (ppm média)
< 100 >1000

Comparação entre 1 m³ de biogás e outros combustíveis
Gasolina 0,8 litros
Etanol 1,2 litros
Diesel
0,7 litros
Biodiesel 0,55 litros
GLP 0,45 Kg
Eletricidade (70% CH4 a 6000 kcal) 6,9 kW/h
Lenha 1,538 kg
Pellets de Madeira 0,304 kg

Necessidade de tratamento X utilização do Biogás

Aplicação

H2S

CO2

Outros
Caldeiras < 1000 ppm Não Não
Motores a combustão < 200 ppm Não Não
Residencial 0 ppm Não Não
Veicular (biometano)> 0 ppm Sim Sim

Consumo de Biogás no uso doméstico – 5 pessoas
Cozinha 4,3 m³
Eletricidade 0,63 m³
Aquecimento de água 4,0 m³
Nota: 8,66 m³ de biogás equivalem a 3,25 kg de GLP (botijão de 13 kg)
PROCESSO SVB – Sistema para Valorização da Biomassa

A intensa participação das fontes não renováveis na oferta mundial de energia constitui um desafio para a sociedade, na busca por fontes alternativas de energia. E isso não pode demorar a ocorrer, sob o risco de o mundo, literalmente, entrar em colapso, pelo menos se for mantido o atual modelo de desenvolvimento, em que o petróleo tem uma importância vital.

Neste cenário destaca-se a utilização do biogás como fonte alternativa de energia, principalmente em pólos agro-pecuários, urbanos e industriais, nos quais, há uma imensa disponibilidade de resíduos orgânicos que podem ser transformados em bioenergia.

Uma das formas utilizadas para melhoria do aproveitamento do biogás consiste em se extrair o máximo de subprodutos com potencial comercial existente em todo processo que vai desde a preparação da biomassa até a sua distribuição. Para uma maior eficiência e rentabilidade do aproveitamento desta fonte de energia renovável, é necessário integrar soluções capazes de gerar estes subprodutos durante todo processo.

É neste cenário que a ER-BR vem atuando fortemente, desenvolvendo produtos e serviços e consolidando parcerias técnicas e comerciais para oferecer ao mercado um conjunto de soluções integradas para valorização da biomassa.

  1. Etapa: Produção da biomassa;
  2. Etapa: Biodigestão da biomassa;
  3. Etapa: Produção de derivados com o tratamento do biogás (UTBio);
  4. Etapa: Comercialização/Distribuição de derivados.

Produtos derivados do tratamento Biomassa – Geração de receitas:

EMPRESA | BIOGÁS | BIOMETANO | SYNGAS | PRODUTOS | CLIENTES | PARCEIROS | MÍDIA | CURRÍCULO | FALE CONOSCO | LINHAS DE CRÉDITO | MAPA DO SITE | POLÍTICA DE PRIVACIDADE